segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Massa com feijão manteiga no forno

É uma refeição bastante saciante e reconfortante. Acho que o pão ralado por cima faz toda a diferença. Foi aprovada por todos cá em casa. 
Tem alguns passos, mas nenhum deles muito complicado. E tem a vantagem de que esta quantidade resultou em sobras para nós os três e comeu-se muito bem reaquecida.




Massa com feijão manteiga no forno
(adaptado de 365 plus one Vegan Recipes, Leah Leneman p. 58)

Ingredientes:

250g de massa
400g de feijão manteiga cozido e escorrido
1 cebola
2 dentes de alho
1 pimento vermelho pequeno
4 c.s. de azeite
400g de polpa de tomate
100g de concentrado de tomate
1 c.s. de açúcar amarelo
sal q.b.
½  c.chá de óregãos
½  c.chá de tomilho
2 c.s. de salsa picada
30g de margarina + q.b. para untar
55g de pão ralado


Preparação:

Pôr a massa a cozer em água com sal. Reservar, quando estiver cozida.
Enquanto a massa coze, picar a cebola, o alho e o pimento e salteá-los com o azeite até ficarem amolecidos.
Adicionar a polpa de tomate, o concentrado de tomate, o açúcar, o sal e as ervas. 
Misturar bem e deixar ferver em lume baixo cerca de 20min.
Aquecer o forno a 180ºC.
Untar um pirex com margarina e colocar lá dentro a massa cozida, o feijão manteiga e o molho de tomate, em camadas.
Derreter a margarina e misturá-la com o pão ralado. Colocar esta mistura sobre o molho de tomate e levar ao forno cerca de 5/10min (na foto deixei 15min e foi de mais, como se vê...).


domingo, 13 de setembro de 2020

Bolo de Chocolate (vegan)

Podia chamar-lhe também "o bolo da quarentena", pois perdi a conta às vezes que este bolo foi feito (a maioria das vezes, a quatro mãos) nos meses em que estivemos fechados em casa. É verdade que é um bolo pequeno, mas foi um dos culpados pelos quilos extra... 
Algumas vezes, tornei-o mais guloso acrescentando as pepitas de chocolate que andavam perdidas na despensa. Noutras, usei farinha de alfarroba ou chocolate em pó em vez de cacau. Numa data mais especial, que festejámos à distância por videochamada, acrescentei uma cobertura de chocolate e coco ralado para decorar (dessa vez, em vez de água usei leite vegetal de coco e deu um sabor especial ao bolo). 
É um bolo muito versátil, que permite algumas adaptações. Mas a versão simples, com cacau, que partilho agora aqui, é Top!






Bolo de chocolate
(adaptado de 365 plus one Vegan Recipes, Leah Leneman, p.132)

Ingredientes:

100g de açúcar
4 c.s. de cacau em pó
½ c. de chá de sal
170g de farinha 
¾ c. chá de bicarbonato de sódio
1 c.chá de fermento em pó
90ml de óleo
1 c. chá de aroma de baunilha
2 c.s de vinagre de sidra
200ml de água fria

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC e untar uma forma pequena.
Num recipiente, misturar bem o açúcar, chocolate, sal, farinha, o fermento e o bicarbonato de sódio.
Adicionar o óleo, o vinagre, a baunilha e a água.
Misturar bem com um garfo, mas não bater a massa.
Verter a massa na forma e levar ao forno cerca de 30 min ou até, ao fazer o teste do palito, este sair seco.
Deixar arrefecer antes de desenformar e servir.

 



segunda-feira, 7 de setembro de 2020

Papa de millet e pêra

Conheci esta receita pelas piores razões. A pequenita apanhou uma virose. Não aguentava nada no estômago e esta foi uma das sugestões que a médica que a observou me deu. Desde então, a papa é para nós tipo canja - perfeita para quando estamos doentes, mas para comer sempre que nos apetece! Também se pode fazer com maçã, mas a versão preferida dela sempre foi com pêra.


Papa de millet e pêra

Ingredientes:

1 medida de millet  - uso uma chávena de café
7 medidas de água
1 pêra madura 

Preparação:

Lavar e escorrer o millet.
Levar ao lume (médio-baixo) o millet com a água e a pêra descascada cortada em pedaços.
Quando começar a ferver, reduzir para o mínimo e deixar até o millet ficar cozido (15/20min).
Triturar num liquidificador, com a água da cozedura (toda, ou parte dela, dependendo da consistência desejada).


domingo, 23 de agosto de 2020

Bolo de laranja (vegan)

Este bolo de laranja entrou para a lista de "bolinho de fim-de-semana para o lanche". Muito simples de fazer, sem ingredientes complicados. 
Faço, geralmente, a receita com as quantidades do livro (as mesmas que aqui deixo). Dá um bolo pequeno, perfeito para a nossa família. 
Quando quero um bolo maior, dobro a receita, junto uma c.chá de fermento em pó e fico com o bolo da foto. Claro que também pode ser incrementado com um recheio, uma cobertura ou glacé de laranja, numa data mais especial. Mas só assim, simples, já fica muito bom. 







Bolo de laranja
(retirada de 365 plus one Vegan Recipes, Leah Leneman p. 132)

Ingredientes:

200g de farinha integral
115g de açúcar
½ c.chá de sal
1c.chá de bicarbonato de sódio
4 c.s. de óleo
2 c.s. de sumo de laranja
raspa de uma laranja
200 ml de água

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Num recipiente, colocar a farinha, o açúcar, o bicarbonato e o sal e mexer bem.
Juntar o óleo, a raspa e sumo de laranja e a água. Mexer com um garfo só até incorporar os ingredientes.
Verter a massa numa forma untada e levar ao forno cerca de 30min.


domingo, 16 de agosto de 2020

Vegetais à Brás

Andava com saudades de Bacalhau à Brás, essencialmente por causa daquela mistura meio cremosa com as batatas fritas. Não comemos bacalhau nem ovo cá em casa, por isso, esta receita foi a solução perfeita. Ainda por cima, está cheiinha de vegetais escondidos, o que compensa as batatas fritas todas. Pelo menos é o que digo a mim mesma...  Quando tentei repetir a receita, demorei um bocadinho a encontrá-la novamente. Descobri-a aqui, mas aprendi a lição: vou guardá-la aqui no blogue para ficar à mão sempre que precisar dela. Na foto não vêem a couve roxa e verde que aparece nos ingredientes, porque só tinha couve lombardo e foi a que usei. É uma receita versátil, nesse sentido, quase que dá para pôr qualquer uma que tenhamos no frigorífico à espera de ser usada. 


Vegetais à Brás
(receita daqui)

Ingredientes:

1 c.s. de azeite
2 folhas de louro
1 cebola
2 alhos franceses
2 cenouras
¼ couve verde
¼ couve roxa 
2 dentes de alho
4 chávenas/175g de batata palha
¾  chávena/100g de farinha de grão
¾  chávena/185ml de água
½ c. chá pimenta preta
1 c. chá curcuma
1 c. chá sal marinho
azeitonas pretas q.b.
salsa picada q.b.


Preparação:

Juntar a farinha de grão, a pimenta, o sal e a curcuma numa tigela.
Adicionar a água, pouco a pouco, e misturar vigorosamente com um garfo para garantir que não ficam quaisquer grumos na mistura. Pôr de parte.
Descascar a cebola, as cenouras e o dentes de alho e lavar os alhos-franceses e as couves.
Cortar os dentes de alho ao meio, retirar o gérmen e esmagar os alhos com um esmagador.
Ralar as cenouras e fatiar a cebola, os alhos franceses e as couves o mais finamente possível, de preferência com um robot de cozinha.
Aquecer o azeite numa frigideira anti-aderente bem larga, sobre lume médio.
Juntar as folhas de louro, o alho esmagado e os vegetais fatiados/ralados.
Saltear durante 4-5 minutos ou até os vegetais ficarem bem tenros.
Juntar a batata palha, uma chávena de cada vez.
Verter a mistura de grão sobre os vegetais e misturar gentilmente, apenas o suficiente para garantir que tudo fica bem envolvido.
Espalhar bem os vegetais na frigideira e deixar fritar até a mistura secar misturando a cada minuto.
Quando ficar pronto, guarnecer com azeitonas e salsa picada e servir de imediato.




quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Palmiers

Esta receita é facílima, sobretudo depois de ver alguém fazê-la. Experimentei-a depois de ver a Luísa Alexandra e já se tem repetido cá em casa algumas vezes. Por vezes, acrescento canela. 
Não são das bolachinhas mais saudáveis que há, mas, de vez em quando, com uma chávena de chá ou café a acompanhar são uma maravilha e fazem-se num instante.



Palmiers

Ingredientes:

1 massa folhada retangular
açúcar q.b.
canela q.b. (opcional)

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 190ºC.
Desenrolar a massa folhada.
Polvilhá-la com açúcar (e canela) a gosto.
Enrolar a massa a partir de ambas as extremidades. Vão ficar dois rolinhos que se encontram no meio.
Virar ao contrário, cortar-se fatias finas (até 1cm) que se colocam, deitadas, no tabuleiro.
Levar ao forno cerca de 10min, ou até dourarem a gosto.









domingo, 2 de agosto de 2020

Noodles instantâneos


Não fazendo parte da alimentação rotineira aqui em casa, a verdade é que tenho sempre uns pacotinhos de noodles instantâneos na despensa. Para aqueles dias em que não apetece fazer rigorosamente nada, não há nada para aquecer no frigorífico, mas apetece uma comida simples, rápida e quentinha para aconchegar a barriga. Também me faz lembrar algumas refeições em viagens em que o quarto de hotel só tinha um fervedor de água. Boas memórias, portanto.

Esta marca em particular encontra-se facilmente em vários supermercados, com o preço a rondar os 0,70€ cada pacote. Tem muitas variedades de sabor, algumas delas vegan e outras não. Não se fiem no nome... enquanto que a de "Chicken" é vegan, a de "Tomato" não é... Apresento aqui em baixo todas as que são vegan. Algumas encontram-se mais frequentemente à venda que outras.